sábado, 5 de junho de 2010

Mágoa lavada


Nunca disse que te amava
Não pensei precisar dizer
Agora nem a água lava
A mágoa de o saber

Todos os dias pensava
Mas nunca te disse.
Sentado, esperava,
Que o desejo partisse.

Se tivesse dito
E como não minto
Dir-te-ia mais alto
Aquilo que sinto.

Que te amo mais que a vida
Que um ser de ser
Que te amo mais ainda
Que o sol de nascer

2 comentários:

Bárbaraaa disse...

Adorei!

"Que te amo mais que a vida
Que um ser de ser
Que te amo mais ainda
Que o sol de nascer"

Está algo deveras formidável!

Continua! *

Anónimo disse...

Uau, isto é mesmo experiencia ou q?
Mt bem escrito (thumbs Up!)

Enviar um comentário